Patrono

Antonio Albergaria Pereira, nasceu em Casa Branca/SP, em 1919.

Formou-se professor normalista nessa mesma cidade e bacharelou-se pela Faculdade de Direito de Bauru da Instituição Toledo de Ensino.

        

Exerceu todas as atividades profissionais possíveis nos Cartórios e Tabelionatos até chegar a titular do 27º Tabelionato de Notas de Capital de São Paulo, onde se aposentou, compulsoriamente, após 50 anos de atividade (1939 – 1989).

Criou o “Boletim Cartorário”, editado pelo Diário das Leis Imobiliário – DLI, do qual exerceu a função de redator até a sua morte, por mais de 18 anos.

Escreveu obras, das quais destacamos:

● O que você deve saber sobre escrituras e contratos – Ediouro (esgotada)

● Da hipoteca convencional sobre bens imóveis – Edição do autor (esgotada)

● Escritura pública – Edição do autor (esgotada)

● Pública forma no direito brasileiro – Edição do autor

● Dos filhos havidos fora do casamento – A filiação no direito civil vigente em face da Lei nº 8.560/1992 – Edipro, Bauru/SP, 1993

● Comentários à Lei nº 8.935/1994 – Serviços notariais e registrais – Edipro, Bauru/SP, 1995

● Cartorários: uma classe humilhada – Edipro, Bauru/SP, 1997

● Minha Vivência no Notariado Paulista – Edipro, Bauru/SP, 2003

Após seu falecimento em 22 de outubro de 2008, no Hospital Samaritano, em São Paulo, Antonio Abergaria Pereira, cujo nome deu origem ao IDEAL, recebeu inúmeras homenagens, como as que seguem:

DOUTOR ALBERGARIA – Emanoel Costa Santos

ALBERGANDO NOS CÉUS – Paulo Roberto G. Ferreira e Felipe Leonardo Rodrigues

A DESPEDIDA – Adriana Ramos